Content on this page requires a newer version of Adobe Flash Player.

Get Adobe Flash player

Palavras do Presidente

Palavras do Presidente

DISCURSO DA PRESIDENTE DA CDL PORTO SEGURO
CECÍLIA SHIZUE NAKAMURA NA ABERTURA DO 32º CONGRESSO ESTADUAL DO COMÉRCIO LOJISTA
DA BAHIA NO DIA 18/08/2011

Senhoras e senhores, boa noite.

Sejam todos bem vindos ao 32º CONGRESSO ESTADUAL DO COMÉRCIO LOJISTA DA BAHIA, e sintam-se em suas casas. A nossa querida Porto Seguro também se sente honrada em receber todos vocês nesse nosso grandioso congresso. É com imensa alegria e uma grande honra que recebemos este importante evento que congrega os incansáveis e batalhadores lojistas do Estado da Bahia. O objetivo deste congresso é trazer ao debate e trocar experiências sobre inúmeros temas que influenciam a vida de cada empresário lojista e discutir as lutas e as bandeiras da nossa classe econômica. Unidos, sempre podemos mais.

A luta dos lojistas do Estado da Bahia não começou nesta data, e muito menos é o seu limiar, ao contrário, trata-se apenas de uma oportunidade de ampliarmos os nossos conceitos e quem sabe alterar os nossos pré conceitos. Ser um empresário neste país, exige um batismo de fogo pelo qual poucos conseguem passar com sucesso.
É muito comum que esse processo leve o empresário a um amadurecimento forçado, independente da idade ou da experiência profissional. Ser lojista em um país como o Brasil, que é compulsivo por criar regulamentações, normas e decretos, obriga o empresário a admitir na sua empresa um sócio informal chamado ESTADO.
É exatamente esse ESTADO que fica com 1/3 da receita de cada lojista, obrigando cada um deles ao aprendizado difícil da sobrevivência no seu negócio. Ser um pequeno ou micro lojista no Brasil é ainda mais complicado. Ouvimos os bonitos discursos governamentais e dos membros do nosso congresso nacional falando em crédito e micro-crédito para o pequeno empresário, mas entre o discurso e a prática existe um longo e penoso espaço, muito difícil de ser alcançado. Soma-se a isso uma imensa dificuldade chamada burocracia. A burocracia contábil e fiscal é um outro entrave na nossa luta pela sobrevivência. Para muitos é difícil cumprir todas as exigências contábeis exigidas por um ESTADO pesado e ganancioso. Como viabilizar uma empresa e gerar empregos se ainda estamos encurralados por pesados fardos nos encargos sociais?

Não há justiça fiscal e nem um equilíbrio tributário, e todas as empresas recebem o mesmo tratamento do sócio oculto que é o ESTADO. Como gerar um emprego tendo que bancar o dobro do seu custo apenas com encargos sociais incidentes sobre a folha de pagamento? Para mantermos a empresa aberta, somos obrigados a pagar todos os impostos pertinentes, que muitas vezes, são maiores do que os valores gastos em nossos custos operacionais. Não há escola profissionalizante disponível em todo o Estado da Bahia, e portanto, nem todos os lojistas podem usufruir dos seus impostos pagos com os treinamentos dos seus empregados.

Obras faraônicas iniciadas há mais de uma década e que continuam num estágio inicial. Dinheiro empatado numa obra sem meio e fim, enquanto nossos filhos, colaboradores e afins adoecem, sofrem, picados por um mosquito Aedes Aegypti, o odioso mosquito da dengue, que já matou milhares de pessoas no Estado da Bahia e em todas as cidades brasileiras. Isso demonstra a falta de senso de coletividade, associativismo, onde a população coloca a culpa no governo e o governo coloca a culpa na população.

Enquanto o ESTADO desperdiça, nós pagamos todas estas contas, e no final não sobra dinheiro para o trivial, saúde e educação, que atinge em cheio o desempenho de nossos colaboradores. Ser empresário sempre foi na história do mundo um motivo de orgulho e de vitória pessoal diante das adversidades da vida, mas no Brasil somos equiparados a sonegadores, e portanto sujeitos a responder por crime tributário, quando na verdade, pagar os impostos de forma que o ESTADO exige nos transformou em escravos do negócio. Por que o nosso ICMS é maior, 50% maior do que de SP. Temos condições de nos unir para lutar para a diminuição desse ICMS? Vamos fazer isso? Eventos como esse congresso são oportunidades únicas para trocarmos experiências, e todos nós estamos ávidos para estes aprendizados. Queremos compartilhar nestes dias da amizade de todos vocês.

Queremos que haja um congressamento e uma forte interação entre todos os participantes. Sabemos que ser lojista e empresário no Brasil é ser herói, é ser persistente continuamente, e por isso desejamos compartilhar conhecimentos, para que todos nós possamos sentir orgulho de ter participado do 32º CONGRESSO ESTADUAL DO COMÉRCIO LOJISTA DA BAHIA.


Obrigada a todos!

!!!!
CODIGO de
DEFESA do
CONSUMIDOR

Fique por dentro dos seus direitos

Divulgar é importante???

Será que se o cliente não conhecer a sua empresa ou o seu produto, ele comprará?

Para Empresas, Prestadores de Serviços ou Autônomos que enfrentam os desafios da competitividade no mercado...
Atualize

Câmara de Dirigentes Lojistas de Porto Seguro
Rua pero vaz de caminha, N° 482, Centro, Porto Seguro - BA
Fone: (73) 3268-2760 - E-mail:cdl@cdlportoseguro.com.br